Como funcionam os Alarmes para Motos

Home / Dicas / Como funcionam os Alarmes para Motos

Alarmes para motos, são compactos, resistentes e super seguros, mas como funcionam ?

Provavelmente, o alarme é o primeiro recurso que nos vem à mente quando estamos em busca de dispositivos de segurança para veículos. Características como praticidade, facilidade de instalação e baixo custo fazem com que este seja um equipamento praticamente obrigatório em motocicletas.

Neste post, vamos mostrar como funcionam os alarmes para motos e te ajudar a se preparar para atender a essa demanda tão importante para qualquer oficina. Acompanhe!

Entenda a importância dos alarmes para motos

Infelizmente, para muitas pessoas, o prazer de ter uma motocicleta se transforma em uma profunda decepção quando ela é roubada. Ao olharmos

para as estatísticas, percebemos que essa situação se repete com cada vez mais frequência, tanto nas grandes cidades quanto nas menores do interior.

Para reduzir os riscos de passar por esse tipo de situação, é fundamental que os motociclistas equipem seus veículos com um dispositivo de segurança, como o alarme para motos. Além dele, existem diversos outros sistemas antifurto que aumentam a proteção, como imobilizadores e rastreadores.

Contudo, o alarme é, sem dúvidas, o equipamento mais presente nas motocicletas pelo Brasil. Esse cenário faz com que seu funcionamento seja assunto de conhecimento obrigatório para todo reparador, que deve garantir que sua oficina esteja preparada para atender a essa importante demanda.

Conheça as tecnologias utilizadas nos alarmes para motos

O princípio básico de funcionamento de um alarme é emitir um aviso sonoro caso o veículo esteja sendo alvo de furto, atraindo a atenção de todos ao redor. No entanto, esse artifício nem sempre é o bastante para evitar essas ações, já que muitos criminosos conhecem maneiras de burlar os sistemas mais simples.

Para aumentar a proteção proporcionada pelos alarmes para motos, novas tecnologias e funcionalidades passaram a ser associadas a esses dispositivos. Uma delas é o corta combustível, que interrompe a alimentação do motor após alguns metros rodados caso a moto tenha sido ligada por meio de uma ligação direta.

O alarme com sistema de sensor de presença também é uma ótima opção, já que pode frustrar os planos dos bandidos mesmo nos casos de roubo, quando se está com a moto em movimento e a chave é levada.

Para isso, o sensor deve ser carregado pelo motociclista fora do chaveiro principal. Depois de alguns segundos sem comunicação entre o sensor e o sistema, o funcionamento da moto é interrompido e o alarme é acionado.

Saiba quais são os benefícios para o condutor

Diante dos altos valores cobrados pelos seguros para motocicletas e da insegurança constante na vida dos motociclistas, o alarme é um dos dispositivos de segurança que oferecem a melhor relação entre custo e benefício.

Além de ter um baixo custo, a grande oferta de assistência para instalação ou reparos também é uma vantagem para os condutores. Dessa forma, o profissional que não possui a capacitação adequada para lidar com essa demanda, certamente perderá muitos clientes para a concorrência.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Chamar no WhatsApp
Clique aqui !
Olá! Precisa de uma cotação agora?